Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Em campo ruim, Oriente Petrolero sai na frente contra Nacional-URU: 1 a 0

Em campo ruim, Oriente Petrolero sai na frente contra Nacional-URU: 1 a 0

Quarta - 29/01/2014

Aponta para a Bolívia a primeira viagem do Grêmio na Libertadores 2014. No jogo inaugural do mata-mata da fase preliminar entre Oriente Petrolero e Nacional-URU, que tentam ingresso no Grupo 6, melhor para os bolivianos. Atuando em casa, no Estádio Ramon Tahuichi Aguilera, em Santa Cruz de la Sierra, venceram os uruguaios por 1 a 0, numa partida marcada pelas condições precárias do gramado, combalido pela chuva que caiu durante toda a semana na cidade e resolveu parar apenas antes de a bola rolar na noite desta terça-feira.
O gol solitário foi marcado por Mojica, aos 31 minutos do primeiro tempo, em bonito chute na entrada da área charrua. O confronto da volta, no qual o Oriente joga por empate, ocorre na próxima terça, dia 4 de fevereiro, em Montevidéu. Quem passar entra na dura chave em que já estão Grêmio, Newell's Old Boys-ARG e Atlético Nacional-COL. E enfrentará o Tricolor gaúcho na rodada de estreia, marcada para 13 de fevereiro.
O campo pesado, um tanto enlameado e completamente escorregadio, virou peça principal da partida, que contou com bom público no estádio. Pior ainda para os visitantes, que sentiram mais as condições precárias do gramado, derrapando em várias oportunidades. Numa delas, inclusive, sairia a melhor chance do primeiro tempo. De los Santos escorregou, De Pena recolheu a bola, mas chutou por cima do goleiro Munua. O gol sairia aos 31, em momento que o Nacional era melhor, mas que acabou vitimado por mais um contragolpe rival. Entre escorregões, a bola se ofereceu a Mojica, que finalizou com precisão: 1 a 0.
Na etapa final, parecia futebol americano. Os meio-campistas devem ter sentido torcicolo. A bola não passava pelo setor. Dada as dificuldades em fazê-la rolar, o jeito encontrado foi abusar de balões de defesa a defesa. Mesmo assim, houve emoção e chances de gol. Numa falta, Bejarano meteu a bola no poste, mas já havia impedimento no ataque boliviano. Logo depois, Alonso, livre na pequena área, pegou mal na bola e perdeu a oportunidade de empatar para os uruguaios, que, a partir daí, começaram a pressionar em busca do 1 a 1. Que não saiu. Fica tudo para Montevidéu. E o Grêmio seguirá de olho.
Fonte:globoesporte

Horário

Segunda a sexta-feira a partir das 11h30
Sábado e domingo a partir das 12h00

Local

Rua Cuiabá, 57 - Jardim Paulistano Sorocaba - SP

Fone

(15) 3321-2940

Indique nosso site!