Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Sonnen teme recepção, mas volta a atacar: Luta fácil. Wanderlei é horrível

Sonnen teme recepção, mas volta a atacar: Luta fácil. Wanderlei é horrível

Quinta - 07/11/2013

Chael Sonnen já admitiu que, por se considerar um lutador mediano, usa o dom de provocar e se vender bem para conseguir bons combates e chamar os holofotes para si. Ele não teve filtro na hora de provocar Anderson Silva, Vitor Belfort, Minotauro, Minotouro e, com força ultimamente, Wanderlei Silva. Já falou muito mal também do Brasil, o que piorou a imagem dele para o público verde-amarelo. E não é que Sonnen será treinador do terceiro TUF Brasil e virá ao país tanto para o período em que estiver gravando o reality show quanto para o evento que terá o confronto com Wand, o outro técnico do programa? Em entrevista exclusiva ao Combate.com, por telefone, Sonnen admitiu pela primeira vez que está preocupado com sua segurança no Brasil:
- Sim - limitou-se a responder ao ser questionado se tinha a mesma preocupação que o presidente do UFC, Dana White, em relação à recepção que terá por parte do povo brasileiro. Sonnen sabe que as coisas que já falou fizeram muita gente odiá-lo no Brasil e não espera ter uma boa recepção. Mas existem limites, e o lutador pede que não eles sejam ultrapassados:
- Posso te dizer o seguinte: nunca pedi a aprovação do público, seja no Brasil ou nos EUA. E não vou começar agora. Um fã pode fazer o que quiser quando se está relacionado a vaias, gritos ou algo parecido. E eu posso fazer a mesma coisa. Posso dizer e fazer o que eu quiser. Eu não posso tocar num fã, e um fã não pode me tocar. Esse é o acordo. Eu não vou fazer nada, desde que os fãs também não façam nada.
Ao mesmo tempo em que se mostra preocupado, Sonnen segue dentro de seu personagem e volta a atacar Wanderlei Silva, que é ídolo no Brasil. Perguntado sobre como via a luta se desenrolando, o falastrão tirou sarro do próximo adversário:
- Contra o Wanderlei? É uma luta fácil. Wanderlei é horrível. As lutas dele no Japão eram uma farsa. As pessoas o tratavam como campeão do evento de lá (Pride), e isso me deixa muito irritado.
A tensão com o "Cachorro Louco" é evidente. O brasileiro já combinou com amigos de o filmarem duas vezes dando dura no americano. A primeira, mais antiga, foi dentro de um carro, onde disse a Sonnen que "respeito é bom e preserva os dentes". E a segunda, bem recente, foi em uma exposição, onde apontou o dedo na cara do desafeto e exigiu respeito. Esta última foi a que mais irritou o falastrão, que reagiu também de forma enérgica e gritou de volta:
- Wanderlei tem que tomar muito cuidado quando faz isso. Eu não conheço o Wanderlei Silva. Quando ele vem até mim e me ameaça, eu vou me defender. Se ele vier de forma privada e quiser me dizer algumas coisas, eu vou escutá-lo. Mesmo que eu não goste do que ele esteja falando, vou escutá-lo. Mas se ele se aproxima de mim publicamente, e ainda leva amigos com ele, eu não tenho escolha a não ser devolver. Ele tem que tomar muito cuidado. Ele não deveria fazer isso, especialmente com um cara como eu.
Por outro lado, Sonnen garante que não vai deixar o clima ruim com Wand interferir em seu trabalho como treinador. Ele, inclusive, teve grande destaque na função durante o TUF 17, nos EUA, quando foi técnico do time rival ao de Jon Jones e fez o campeão da casa, Kelvin Gastelum:
- Eu sou um profissional e, quando eu digo que vou fazer uma coisa, eu faço, e isso inclui ser treinador. Tenho um trabalho quando concordo em fazer isso: ajudar um grupo de jovens e famintos homens que querem alcançar seus objetivos. É isso que vou fazer. Não vou deixar minhas diferenças com o Wanderlei atrapalharem o trabalho que eu disse que faria: ser mentor de jovens lutadores e ensinar o que puder a eles.
O falastrão revelou quem serão seus treinadores auxiliares no Brasil. Serão os mesmos que o ajudaram no TUF 17: Clayton Hires (head coach), Scott McQuary, Jamie Huey e Vinny Magalhães. O único que ele já havia anunciado é Vinny, lutador brasileiro que é fera no jiu-jítsu, mas foi demitido do Ultimate recentemente. E Sonnen garantiu que o convite a seu carrasco Anderson Silva, revelado nos últimos dias, é para valer:
- Anderson Silva será oficialmente convidado. Liguei para o Ed Soares (empresário) para me ajudar, mas Ed estava em Iowa a trabalho e não podia falar. Mas Anderson Silva será convidado.
Em seu tempo livre no Brasil, quando estiver fora da casa e do centro de treinamentos, Sonnen pretende visitar alguns pontos turísticos, apesar de focar mesmo nos ensinamentos aos participantes. O TUF, por sinal, deve ser mais uma vez gravado em São Paulo:
Wand alerta Sonnen: 'Manda ele ligar
para o dentista, porque vai precisar'
- Eu não sei onde será o show ainda. Onde for o show, eu planejo ficar nessa cidade. Estive no Rio muitas vezes. Já competi no ADCC, que foi realizado em São Paulo. Se eu tiver um tempo, vou visitar a cidade. Mas não estou indo para isso, estou indo para ser treinador. É isso que vou fazer. Planejo vencer, planejo a vitória do meu time.
Por fim, Sonnen, sempre Sonnen, garantiu que foi real durante toda a entrevista. Personagem? Isso não existe, segundo o maior falastrão do MMA, nem para promover lutas:
- Eu não promovo lutas, meu amigo. Se não for verdade, não sai da minha boca. Se eu não realmente acho uma coisa, eu não digo. Eu sou assim.
Fonte: sportv

Horário

Segunda a sexta-feira a partir das 11h30
Sábado e domingo a partir das 12h00

Local

Rua Cuiabá, 57 - Jardim Paulistano Sorocaba - SP

Fone

(15) 3321-2940

Indique nosso site!