Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Carrasco da Argentina, Rodrigo revela gosto especial em marcar contra rival

Carrasco da Argentina, Rodrigo revela gosto especial em marcar contra rival

Quinta - 24/10/2013

Se existe um personagem marcante na rivalidade Brasil x Argentina no futsal este é o fixo e capitão brasileiro Rodrigo. Conhecido como o "Torpedo Humano", por conta do seu forte chute, o jogador do Carlos Barbosa confirmou a fama de algoz dos hermanos ao marcar dois belos gols na goleada por 11 a 1 aplicada pela seleção canarinho nesta quarta-feira, pelo Grand Prix. Classificada para a semifinal, a equipe comandada pelo técnico Ney Pereira enfrenta o Irã nesta quinta-feira, pela terceira rodada, às 18h15m, em Maringá (PR), com transmissão ao vivo do SporTV. Os iranianos brigam pela outra vaga do grupo A com os argentinos. A fama de carrasco começou em 2011, logo em sua primeira convocação para defender o Brasil. Chamado para a Copa América daquele ano, disputada na cidade de Ministro Rivadavia, na Argentina, o "Torpedo Humano" marcou uma vez no empate em 2 a 2 diante dos hermanos pela primeira fase. Na final, novo duelo entre Brasil e Argentina e mais um gol de Rodrigo na vitória brasileira por 5 a 1. O filme se repetiu no ano passado, nas Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial. Jogando em Gramado (RS), o Brasil derrotou a Argentina por 3 a 0, com Rodrigo marcando, de falta, um dos gols da vitória que levou a seleção brasileira à Copa do Mundo da Tailândia. Feliz com mais um feito diante do rival, o defensor não titubeou ao falar sobre a fama de carrasco dos argentinos.
- Por se tratar de um clássico de muita rivalidade, marcar gols contra eles tem um gosto muito especial. Fico muito feliz em saber que faço parte da história desse duelo, mas a felicidade maior é ajudar o grupo brasileiro a chegar às vitórias - disse o capitão.
Aos 29 anos, Rodrigo é um dos atletas mais experientes do grupo que disputa o Grand Prix em Maringá. Campeão mundial no ano passado, ele espera ajudar os mais novos na renovação de talentos pretendida pela comissão técnica.
- A garotada está dando conta do recado e os mais experientes, como eu, Falcão e Fernandinho, temos ajudado nessa fase de transição. A gente sabe a importância que é ter um Mundial nas costas. Ano passado, na Tailândia, os jogadores que participaram da Copa do Mundo de 2008 ajudaram muito os novatos. É com esse espírito que a gente tem que trabalhar aqui - afirmou.

Regulamento:

No Grand Prix 2013, as oito seleções estão dividas em duas chaves. Na primeira fase, os times jogam em turno único contra os adversários do mesmo grupo. Os dois primeiros se classificam para a semifinal, que acontece no sábado. A disputa de terceiro lugar e a grande final serão no domingo.
Fonte: globoesporte

Horário

Segunda a sexta-feira a partir das 11h30
Sábado e domingo a partir das 12h00

Local

Rua Cuiabá, 57 - Jardim Paulistano Sorocaba - SP

Fone

(15) 3321-2940

Indique nosso site!