Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | Vitrine
Berlin Costelaria | O outro lado de Kleina

O outro lado de Kleina

Segunda - 23/09/2013

É uma manhã chuvosa em São Paulo, mas o tempo não impede o funcionamento da tradicional feira de Perdizes, bairro da capital paulista. Entre as dezenas de clientes que aproveitaram para fazer compras no local está um sujeito aparentemente comum, voltando para casa a pé com sacolas nas mãos. A simplicidade de uma atitude corriqueira para cidadãos normais passaria despercebida se não fosse protagonizada por Gilson Kleina, técnico do Palmeiras. Dessa forma o GLOBOESPORTE.COM encontrou o comandante do Verdão, responsável por conduzir o time de volta à Série A do Brasileirão em 2014, ano do centenário. Depois de completar um ano no clube, ele abriu as portas de casa para mostrar a vida além da rotina da bola. Se no dia a dia o dever do comandante é formar o melhor time para o bem do Verdão, em casa a missão de Kleina é ensinar os caminhos da vida para a filha Eloah, de cinco anos. Na presença da pequena garotinha, com quem convive nos curtos intervalos entre o exigente trabalho, ele se transforma. Finalização, cruzamento ou esquema tático? Que nada! Kleina faz de tudo para dar 100% de atenção à filha e até vira conhecedor de desenhos infantis. Lendo histórias, brincando ou conversando. Não importa. A ordem é compensar o tempo ausente dessa forma e não com presentes. – O último filminho que vi com a Eloah foi o Tinker Bell. Já estou craque nas fadas e sei todas (risos). Ela vive aquele mundo puro das crianças. A pena é que perdemos isso quando nós crescemos. Não sei se por sobrevivência ou se a vida nos molda no jeito de agir. Mas a verdade é que temos de aprender muito mais com as crianças. Ela tem um amor muito especial comigo. Eu e a Dea (esposa, com quem é casado há 15 anos) fazemos de tudo para preservá-la – diz. No auge da carreira como treinador, Kleina deseja que a filha o veja como uma pessoa de dignidade, transparência e que alcançou o atual patamar com muito trabalho e sem deslumbramento. – Além de um pai, ela sempre terá um amigo e parceiro para contar as coisas nos momentos bons e ruins. A Eloah está sendo muito bem educada, muito mais pela mãe e sou grato a ela por isso. Queremos mostrar as coisas difíceis da vida e não perdê-la para drogas ou algum caminho desse tipo que não leva a nada. Vemos pais sofrendo diariamente com filhos tentando se reerguer. Então, o estudo e a educação são os maiores investimentos que posso dar, além do caminho espiritual, pois ela tem de entender que existe um ser superior – completa. A religião, aliás, é outra marca registrada pessoal de Kleina. Em todos os jogos o católico devoto de Nossa Senhora da Aparecida, Padroeira do Brasil, reza sob a imagem da santa. E em casa ele também tem seu pequeno altar, onde não esquece as crenças. Em uma confortável poltrona bem ao lado, inclusive, é onde ele gosta de passar o tempo livre, bebendo vinho e assistindo a filmes ou até mesmo ao futebol. Levando a vida com música. Além da religião, a música não pode faltar na vida do treinador do Palmeiras. Ele gosta de cantar e se diz eclético, mas tem preferência pelo samba e pelo pagode. Para mostrar que os momentos marcantes estão conectados com canções especiais, Kleina montou sua playlist, curiosamente apenas com uma múscia do gênero preferido. E já escolheu até a que vai ouvir no dia em que o Verdão garantir o acesso à Série A. Fonte: globo esporte

Horário

Segunda a sexta-feira a partir das 11h30
Sábado e domingo a partir das 12h00

Local

Rua Cuiabá, 57 - Jardim Paulistano Sorocaba - SP

Fone

(15) 3321-2940

Indique nosso site!